Mostrando postagens com marcador Sergipe. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Sergipe. Mostrar todas as postagens

Auxílio emergencial de R$ 600 é prorrogado por mais dois meses

Foto: Divulgação

👍

Benefício atende quase 65 milhões de brasileiros

O presidente Jair Bolsonaro assinou na tarde desta terça-feira (30) o decreto que prorroga, por mais dois meses, o auxílio emergencial de R$ 600, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda durante a pandemia da covid-19. Com isso, cerca de 65 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão mais duas parcelas, no mesmo valor.

"Obviamente, isso tudo não é apenas para deixar a economia funcionando, viva, mas dar o sustento para essas pessoas. Nós aqui que estamos presentes sabemos que R$ 600 é muito pouco, mas para quem não tem nada é muito", afirmou Bolsonaro em discurso no Palácio do Planalto.

A solenidade de prorrogação do programa foi acompanhada pelos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado Federal, Davi Alcolumbre. Diversos ministros, além do vice-presidente, Hamilton Mourão, também participaram da cerimônia. Veja a íntegra do evento:


"São mais duas prestações e nós esperamos que, ao final dela, a economia já esteja reagindo, para que nós voltemos à normalidade o mais rapidamente possível", acrescentou o presidente.


A Lei 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e previa a possibilidade de que um decreto presidencial prorrogasse os pagamentos, desde que mantidos os valores estabelecidos.


Até a semana passada, o governo federal avaliava estender o auxílio por mais três meses, mas reduzindo o valor de cada parcela de forma decrescente, para R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente.


"Estamos aqui para anunciar, pelo presidente, que cumprindo o que o Congresso Nacional nos determinou, de que poderia, por ato do Poder Executivo, prorrogar as três parcelas emergenciais, e é o que o presidente está fazendo hoje, para garantir, por mais dois meses, a continuidade do programa, que é essa grande rede de proteção, que permitiu, junto com o BEM, que é o benefício emergencial para aqueles que têm trabalho, que preservássemos mais de 10 milhões de empregos e entendêssemos essa rede de proteção a 65 milhões de pessoas", afirmou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.


O governo federal começou a pagar essa semana a terceira parcela do auxílio. 


De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, não será necessário um novo cadastro para receber as novas parcelas do auxílio emergencial. Todos aqueles que tiverem o benefício aprovado receberão os pagamentos normalmente, tanto por meio das contas digitais, quanto pelos saques nas agências bancárias e casas lotéricas.


"Temos 65 milhões de pessoas aprovadas, temos um milhão de pessoas que a Dataprev ainda está analisando, então todas essas pessoas receberão não só as três parcelas, mas agora as cinco parcelas", afirmou a jornalistas, após a cerimônia no Palácio do Planalto. O calendário de pagamento das novas duas parcelas do programa ainda será anunciado pelo governo.


Para quem preenche os requisitos para obter o auxílio emergencial, o prazo para novos cadastros termina nesta quinta-feira, dia 2 de julho. Até agora, mais de 124 milhões de solicitações foram realizadas e cerca 65 milhões de pessoas foram consideradas elegíveis. Outras 41,5 milhões, segundo o Ministério da Cidadania, foram apontadas como inelegíveis, por não atenderem aos critérios do programa.




Fonte: Agência Brasil


Aglomeração durante show em fazenda de deputado termina em caso de polícia


Aglomeração durante live - Foto: Reprodução 

Valdevan Noventa disse que não foi responsável pelo evento; vice-prefeito da cidade falou durante a transmissão que organizou festa no aniversário do parlamentar.


Uma live de um cantor sergipano realizada na noite desse sábado (20) em uma fazenda do deputado federal Valdevan Noventa (PSC), no município de Arauá, no Sul sergipano, terminou em caso de polícia após vídeos circularem pelas redes sociais. O conteúdo mostra aglomerações de pessoas sem máscaras, o que é proibido pelo governo do estado em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Em um dos vídeos, o deputado, que fazia aniversário no dia do evento, aparece discursando no palco. Por meio de nota, a assessoria do parlamentar disse que ele não era o responsável pela festa e que apenas cedeu o espaço gratuitamente. Também informou que foi exigido que as pessoas presentes estivessem portando álcool em gel e usando máscaras. A assessoria ainda afirmou: “Valdevan foi convidado para subir ao palco e, naquele momento, retirou sua máscara para se pronunciar. Logo após, deixou o local, não permanecendo no evento”.

Além do deputado, também estava presente Rafael Noventa (PSC), vice-prefeito de Arauá e sobrinho de Valdevan. Durante a festa, ele falou que promoveu a live como uma homenagem ao tio. “Aqui, só quero primeiramente agradecer a Deus, parabenizar meu tio por mais um ano de vida e, graças a Deus, a gente passa todo ano junto e eu quis fazer essa live justamente no aniversário dele”. Nesse momento são ouvidos barulhos de fogos de artifício.

O G1 falou com o vice-prefeito, que disse que a sua assessoria de comunicação enviaria uma nota sobre o caso, mas até a publicação desta reportagem não houve retorno.

Já a prefeitura se manifestou com uma nota da Secretaria Municipal de Saúde, afirmando que notificou a organização do evento, recomendando que fossem tomadas as medidas de prevenção, como o uso de álcool, distanciamento social, uso de máscaras e medidor de temperatura a quem fosse participar da organização e da estrutura do evento. “Salientamos, também, que este ente não recebeu qualquer pedido de autorização para realização do evento aberto ao público, até porque, tratava-se de uma live com transmissão pelas redes sociais”, diz a nota. Segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, Arauá tinha 23 casos confirmados da Covid-19 e quatro mortes causadas pela doença.

O G1 também entrou em contato com o produtor do artista que fez o show. Ele disse que enviaria nota, mas não deu retorno até a publicação desta reportagem.


Polícia

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a Polícia Civil está investigando os vídeos através da Coordenadoria das Delegacias do Interior. Segundo a pasta, há a prática de crimes previstos no Código Penal e que têm sido utilizados por autoridades policiais para responsabilizar pessoas nesse período da quarentena, a exemplo do crime de desobediência e contra a saúde pública.


Por G1 SE

Polícia Militar prende homem por violência doméstica em Lagarto




15/06/20 às 11:34 - Carlos Henrique / TV ITABAIANINHA

Os policiais encaminharam o suspeito para a Delegacia de Lagarto

Policiais do 7º Batalhão de Polícia Militar (7º BPM) prenderam, nesse domingo, 14, um homem suspeito de violência doméstica, no município de Lagarto, Centro-Sul do estado.

A equipe do 7º BPM foi acionada para atender uma denúncia de violência doméstica no Povoado Colônia Treze, zona rural lagartense, onde uma mulher havia sido agredida pelo próprio companheiro.

Após localizarem a vítima e ouvirem as testemunhas, os policiais encaminharam o homem suspeito para a Delegacia de Lagarto.

 

Fonte: ASCOM/PM


Número de MEI's cresce em Sergipe durante a crise

Foto Divulgação



11/06/20 às 21:21 - Carlos Henrique / TV ITABAIANINHA


Alta foi de 42,7% quando comparado ao mesmo período do ano passado.


Em meio à crise, o número de pessoas que buscaram a formalização como microempreendedores individuais cresceu em Sergipe. Entre os meses de março e maio, 3.246 pessoas optaram por se formalizar, um crescimento de 42,7% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 2.274 empreendedores realizaram o registro.


O levantamento foi realizado pelo Sebrae com base nos dados disponibilizados pela Receita Federal. Atualmente o estado conta com 63.883 MEIs. Entre as atividades que concentram o maior número de profissionais estão o comércio varejista de artigo de vestuário (5.818), cabeleireiros (5.472), promotor de vendas (2.343), comércio varejista de mercadorias em geral (2.167) e lanchonetes (1.819).


De acordo com a gerente da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae, Ana Teresa Silva Neto, um dos principais motivos que contribuíram para essa alta o foi o aumento do desemprego entre os sergipanos no período. Segundo dados do Ministério da Economia, apenas em abril 4.833 vagas foram fechadas em Sergipe. Nos quatro primeiros meses o saldo é 9.486 demissões.


“As pessoas que perderam o emprego vão precisar de uma nova fonte de renda e por isso muitas delas estão buscando ter o próprio negócio. É um fenômeno que chamamos de empreendedorismo por necessidade”. 


É o caso da terapeuta capilar Tabatta Mello, que trabalhava em um salão de beleza no Bairro Atalaia e com o fechamento do estabelecimento durante a pandemia decidiu empreender por conta própria. Ela realizou a formalização como MEI no início de abril e desde então vem realizando atendimentos em domicílio.


“Precisava encontrar um caminho para manter a minha renda. Eu já tinha uma clientela fixa e coloquei em prática algumas estratégias para divulgar esse trabalho. Investi na presença em redes sociais, criei um serviço chamado home care de produtos, em que faço uma avaliação dos itens que o cliente tem em casa e o oriento sobre a maneira correta de utilizá-los, além de indicar aqueles que são mais adequados para cada tipo de cabelo, e apostei também na venda de mercadorias. Essas ações deram certo e hoje estou faturando mais que no meu antigo emprego”.


Recomendações


A gerente do Sebrae, Ana Teresa, indica que a alta no número de formalizações deve continuar ao longo dos próximos meses. “É uma tendência que já estávamos acompanhando e que permanecerá. Com o agravamento da crise mais pessoas estarão fora do mercado de trabalho e precisarão de um novo começo. O MEI se consolida como uma alternativa viável porque ele é o caminho mais fácil para esse público garantir alguns benefícios sociais, como o direito à aposentadoria, e de ter um negócio devidamente regularizado”.


Entretanto, antes de buscar a formalização, é preciso que o futuro empreendedor tenha alguns cuidados. “ É preciso fazer um planejamento do negócio, buscar informações sobre o mercado que ele pretende atuar, estar atento aos controles financeiros, analisar público alvo e fornecedores. Caso ele não domine esses temas, será necessário investir em capacitações e o Sebrae tem um portfólio diversificado para auxiliá-lo nesses processos. Uma coisa importante que ele deve se atentar é se a atividade que ele deseja exercer pode ser enquadrada como MEI”.


O MEI é categoria jurídica direcionada as pessoas que trabalham por conta própria, faturam até R$ 60 mil ao ano, não possuem participação em outras empresas como sócio ou titular e empregam no máximo um funcionário recebendo o salário mínimo ou o piso da categoria.


Mediante o pagamento de uma taxa mensal de no máximo R$ 58,25 o trabalhador passa a contar com auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria após 15 anos de serviço e pensão por morte. Outros benefícios importantes são poder vender para o governo, ter acesso facilitado aos serviços bancários e linhas de crédito.



Fonte: Sebrae


Receba 2ª parcela de R$ 600 até sábado, 13

Imagem: Agência Brasil

Calendário segue conforme mês de nascimento dos beneficiários

O pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial será feito até sábado, dia 13 de junho. O calendário seguie conforme o mês de nascimento dos beneficiários. Hoje, 10/06, recebe quem nasceu em outubro; no dia 12, os de novembro e no dia 13, os de dezembro. No dia 11 não haverá repasse em função do feriado de Corpus Christi.

A informação foi divulgada nesta terça-feira na entrevista virtual da Caixa Econômica Federal, instituição financeira responsável pela gestão do programa de auxílio emergencial.

Segundo a vice-presidente de governo do banco, Tatiane Thomé, até o momento foram repassados R$ 76,6 bilhões. Estes valores se referem a 59,2 milhões de pessoas aprovadas para o recebimento do auxílio. No total, 107 milhões de brasileiros pleitearam o apoio e 101 milhões foram processados.

Mais 10,5 milhões de pessoas estão com os requerimentos em análise. “A análise e reanálise ocorre seja por problema de informações, como falta de informações, seja porque os dados estavam incorretos e precisaram ser corrigidos”, explicou a representante do banco na apresentação virtual.

Assim, o número total de beneficiários ainda pode subir. As inscrições estão abertas até o dia 3 de julho.



Apps

De acordo com a Caixa, até o momento o app do auxílio emergencial foi baixado por 94,3 milhões de pessoas. O app CaixaTem, utilizado para fazer transações financeiras, foi baixado por 116,6 milhões de pessoas. As visitas ao site somaram 1,23 bilhão e os atendimentos na central telefônica 111 totalizaram 255,2 milhões.

A vice-presidente de governo da Caixa informou que a nova versão do app CaixaTem incorporou a funcionalidade do pagamento utilizando o QRcode. “Não precisa de cartão. Foi uma grande conquista e os cidadãos estão aprendendo. Isso minimiza muito necessidade de aglomerações para saque de recursos em espécie. Podemos, através do CaixaTem, utilizar sua conta no estabelecimento físico”, disse.

O app também permite o saque do recurso. Esse procedimento pode ser feito por meio da geração de um código que possibilita ao usuário ir a um caixa eletrônico ou a uma lotérica e conseguir realizar o saque.

Dúvidas e críticas

A vice-presidente respondeu a questionamentos e dúvidas de pessoas que acompanharam a live pelos canais do banco, cerca de 6,5 mil em média. Diversos usuários publicaram nos comentários reclamações sobre problemas de funcionamento dos apps em aparelhos mais simples, dificuldade de resolver pendências e demora nas análises

A representante optou por responder a dúvidas, como estorno, troca de informações cadastrais e tempos do pagamento. Sobre a dificuldade de receber as parcelas, ela afirmou que a análise é feita pela empresa Dataprev e é possível que entre a primeira ou segunda parcela exista uma nova verificação do beneficiário. Ela lembrou que é possível contestar pelo app ou pelo número 121 do Ministério da Cidadania.

Bem

Tatiane apresentou números também sobre o benefício pago em razão dos acordos de suspensão dos contratos de trabalho ou redução de jornada, bem como os com regimes de jornada intermitente. Os valores são repassados a trabalhadores com conta na Caixa ou que não possuam conta em nenhum banco, para quem são abertas poupanças sociais na instituição.

O pagamento deste benefício começou no dia 4 de maio. Até o momento foram transferidos R$ 3,8 bilhões a 3,2 milhões de trabalhadores. Em junho está sendo repassada a 2ª parcela para quem recebeu no começo do mês passado e a 1ª para quem não foi contemplado. Do total, 3,2 milhões pessoas tiveram crédito em conta com a 1ª parcela e 800 mil com a 2ª parcela até o momento.



Fonte: Agência Brasil

Auxílio de R$ 600: Caixa libera saque da segunda parcela para nascidos em março

Foto: Teddy Fontes / TV ITABAIANINHA

Transferências e saques são liberados a 2,7 milhões de beneficiários


A Caixa libera hoje (2) as transferências e os saques da segunda parcela do auxílio emergencial para 2,7 milhões de beneficiários nascidos em março.

A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos está sendo feita de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos estão sendo transferidos automaticamente para as contas indicadas.

No último sábado (30), foi liberado o saque e a transferência para os beneficiários nascidos em janeiro. Hoje é a vez dos nascidos em março. Amanhã (3), a liberação será para os nascidos em abril, e assim por diante até o sábado, dia 13 de junho, para os nascidos em dezembro, com exceção do domingo (7).

A transferência dos valores será feita para quem indicou contas para recebimento em outros bancos ou poupança existente na Caixa. Com isso, esses beneficiários poderão procurar as instituições financeiras com quem têm relacionamento, caso queiram sacar.

Segundo a Caixa, mais de 50 bancos participam da operação de pagamento do auxílio emergencial.

Todos os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para o auxílio emergencial já receberam o crédito da segunda parcela.

A Caixa reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem às agências durante o horário de funcionamento, das 8h às 14h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente, informou o banco.

O banco lembra ainda que fechou parceria com cerca de 1.200 prefeituras para reforçar a organização das filas e manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas.



Fonte: Rede TV




Tribunal cassa mandado do deputado federal Valdevan 90



A condenação se deu por prática de abuso de poder econômico durante a campanha de 2018


Na tarde do dia 28 de maio de 2020, reunidos em sessão virtual, os membros do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe decretaram, em votação unânime, a cassação do mandato do deputado federal José Valdevan de Jesus Santos. Em adição, foi imposta a inelegibilidade, pelo período de 8 anos a contar da data das eleições de 2018, para José Valdevan de Jesus Santos, Evilázio Ribeiro da Cruz, Karina dos Santos Liberal e Rafael Meneguesso Lima.


Ação de Investigação Judicial Eleitoral n. 0601585-09, proposta pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), versava sobre possível abuso de poder econômico cometido pelo deputado federal eleito em 2018, José Valdevan de Jesus Santos.


Além de José Valdevan, outras dez pessoas constavam no polo passivo da ação (acusados). Os fatos iniciais dizem respeito à simulação de doações, 86 no total, no valor de mil e cinquenta reais cada, em outubro de 2019, totalizando a quantia de noventa mil e trezentos reais.


Pedido do Ministério Público


Segundo o MPE, o perfil dos doadores era incompatível com o valor que estava sendo doado. Foram colhidos depoimentos, quebra de sigilo bancário, com análise de fita da caixa, extratos bancários, entre outras medidas, explicou Heitor Alves Soares, procurador regional eleitoral


O procurador afirmou que “Valdevan recebeu doações que não foram declaradas à Justiça Eleitoral, inclusive havendo doação por Pessoa Jurídica, o que é vedado pela legislação”.


O órgão ministerial apontou, ainda, indícios de utilização de caixa 2, tendo em vista doações provenientes do Estado de São Paulo e não apresentação das receitas na prestação de contas. O procurador regional eleitoral afirmou, também, que os gastos referentes à contratação de cabos eleitorais e ao fornecimento de quentinhas não teriam sido declarados à Justiça Eleitoral.


 A votação 


A relatora do caso, Desa. Iolanda Santos Guimarães, negou provimento às alegações preliminares, sendo acompanhada, por unanimidade, pelos demais membros do TRE-SE.


A magistrada afirmou que é preciso assegurar que o resultado do pleito reflita exatamente os reais anseios do corpo eleitoral, sem quaisquer interferências de condutas abusivas por candidatos ou terceiros.


A relatora destacou que na prestação de contas não há, sequer menção aos gastos realizados. A pergunta que se impõe é: como esses recursos foram angariados e repassados aos depositantes?


Entre as muitas irregularidades detectadas pela relatora, foram citados os casos de contas bancárias de servidores do município de Arauá, que recebiam remuneração média de dois mil reais mensais, porém movimentaram, durante o período eleitoral, valores significativos, chegando a mais de cem mil reais em cada conta. Ainda segundo a Desa. Relatora, esses valores foram doados por pessoas jurídicas com sede em São Paulo.


Em trecho de seu voto, a magistrada asseverou que “estabelecida, com nitidez, a relação entre as contas dos servidores Denilson dos Santos Ribeiro e Alisson Alexandre dos Santos, que funcionaram como intermediários para abastecer a campanha do investigado José Valdevan, restou patente a utilização de recursos de origem não identificada”.


Outro ponto destacado pela desembargadora foi o acervo probatório robusto, que serviu de base para demonstrar que a campanha de Valdevan, além do uso indevido dos mencionados recursos, utilizou-se de contas de interposta pessoas para tentar dissimular a verdadeira origem dos recursos financeiros. “Evidentemente o uso de recursos de fontes vedadas compromete severamente a lisura do processo eleitoral, disse Iolanda Guimarães.


Em relação ao fornecimento de quentinhas, o proprietário do negócio e responsável pela produção informou que disponibilizou mais de mil unidade para a campanha, porém na prestação de contas tal gasto não é mencionado.


Concluindo a fundamentação de seu voto, a relatora considerou a gravidade das práticas e o desapreço pela legislação eleitoral, razão pela qual entendeu ser proporcional e razoável a incidência da sanção de cassação de mandato e de inelegibilidade, com vistas a salvaguardar a legitimidade do processo eleitoral, cuja lisura é valor essencial do regime democrático.

 

Penas aplicadas


Por fim, a douta magistrada votou pela cassação do mandato do deputado federal José Valdevan de Jesus Santos. Em adição, foi imposta a inelegibilidade, pelo período de 8 anos a contar da data das eleições de 2018, para José Valdevan de Jesus Santos, Evilázio Ribeiro da Cruz, Karina dos Santos Liberal e Rafael Meneguesso Lima. Os demais juízes membros acompanharam integralmente o voto da relatora.


Em votação unânime, o Tribunal julgou improcedente os pedidos em face dos investigados Melkiades Honorato, José Ranulfo dos Santos, Laís Kelly Conceição Santos, Isaac Clayton Batista, Jilvan Conceição Leão, Joaldo Rodrigues Gois e João Henrique Alves.




Fonte: TRE

Preso homem por importunação sexual em Lagarto


Homem passava por mulheres em uma motocicleta e as importunava. Polícia Civil está divulgando as imagens do suspeito para que aconteça a identificação de outras vítimas


Nesta quinta-feira, 28, agentes da Delegacia Regional de Lagarto prenderam um homem de 43 anos, suspeito do crime de importunar sexualmente mulheres do município. Ele passeava em sua motocicleta e, diante de mulheres, praticava masturbação em via pública. 

 

Segundo a delegada regional Michele Araújo, as investigações iniciaram após o registro de um boletim de ocorrência no último dia 21 de maio. Após a coleta de imagens de câmeras de segurança, os policiais chegaram até a placa da motocicleta utilizada pelo investigado e as investigações prosseguiram. 

 

“Enquanto documentávamos o que já havia sido apurado, chegou ao nosso conhecimento outro crime semelhante, com mesmo modus operandi e características do veículo e do suspeito. A partir daí coletamos as novas imagens de câmeras de segurança na região do ocorrido e confirmamos tratar-se do mesmo indivíduo, oportunidade que ele foi localizado e preso em flagrante”, explicou.

 

Interrogado na delegacia, o suspeito preferiu não fazer qualquer declaração e ficará à disposição do poder judiciário. Como há a possibilidade de haver outras vítimas, imagens do suspeito na prática criminosa, flagrado pelas câmeras, estão sendo apresentadas. Caso alguma outra vítima o reconheça, deve procurar o DAGV de Lagarto que continuará com as investigações.


Polícia Civil de Estância prende três indivíduos suspeitos de tráfico de drogas e associação para o tráfico

Imagem: SSP/SE


Suspeitos foram flagrados com grande quantidade de maconha


Policiais Civis da Delegacia Regional de Estância realizaram, no final da tarde desta terça-feira (26) a prisão em flagrante de três homens de 23, 26 e 27 anos, suspeitos de tráfico de drogas e associação para o tráfico.


A prisão ocorreu no Conjunto Santo Antônio, Bairro Cidade Nova, tendo os policiais flagrado os suspeitos de posse de 331 "buchas" de maconha, além de outras dez embalagens maiores também contendo maconha, bolsas contendo sementes e a quantia em dinheiro de cerca de R$ 400,00.


Os suspeitos foram autuados na Delegacia Regional e serão encaminhados para unidade policial da capital.




Fonte: SSP/SE



Polícia Civil apreende 13 armas de fogo em Boquim




O suspeito, preso em flagrante, é acusado de consertar as armas


A Polícia Civil prendeu o suspeito, José Horácio, acusado de consertar armas de fogo para pessoas envolvidas com a criminalidade, em Boquim. Foram apreendidas 13 armas. 


De acordo com as informações, polícia recebeu denúncias que o suspeito estava consertando as armas de fogo. "Várias pessoas estavam procurando esse senhor para ter seu armamento reparado, inclusive pessoas afetas a práticas criminosas", explica Marcelo Hercos, delegado responsável pela operação. 


Após a denúncia, a equipe fez uma busca na casa do suspeito, encontrando os armamentos. "Foram apreendidas 13 armas de fogo, elas foram encaminhadas para a delegacia. O suspeito foi autuado com base no artigo 17 do Estatuto do Desarmamento e seu flagrante está sendo comunicado ao poder judiciário", completa o delegado. 



Fonte: SSP







Curta A TV ITABAIANINHA No Instagram. clique aqui





A TV ITABAIANINHA é um portal de notícias independente - compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos em Itabaianinha, Sergipe, Brasil e Mundo. Contribua para nosso desenvolvimento.